top of page

Instituto das Irmãs Sacramentinas de Nossa Senhora

Das origens aos dias de hoje...

A Rede Sacramentina de Educação é fruto de um projeto missionário que teve o seu início na cidade de Manhumirim, Minas Gerais, junto com a fundação da Congregação das Irmãs Sacramentinas de Nossa Senhora.

Padre Júlio Maria de Lombaerde, missionário belga, corajoso e dinâmico, após trabalhar na Europa e África, foi enviado para evangelizar na Região Amazônica, Brasil, aonde chegou em 1912. Em 1929, percebendo a enorme carência na área educacional e religiosa da Zona da Mata de Minas Gerais, a pedido do bispo local, Dom Carloto Távora, fundou, em Manhumirim, a Congregação das Irmãs Sacramentinas de Nossa Senhora. Teve como grande colaboradora a Madre Maria Beatriz Frambach, brasileira, mulher decidida, comunicativa e grande educadora, que recebeu a missão de ser Cofundadora da Congregação. 

A primeira Unidade Educacional da Rede – Colégio Santa Teresinha – Iniciou suas atividades em fevereiro de 1930, dois meses após o início da Congregação. Posteriormente, outras Unidades foram criadas em cidades de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. 

A Congregação das Irmãs Sacramentinas de Nossa Senhora recebeu de seu fundador, Padre Júlio Maria, o compromisso de viver e testemunhar o amor à Eucaristia e a Maria, no serviço ao povo, especialmente à infância e à juventude e, na Unidade, construir a Comunhão. 

Esta Congregação é constituída por um grupo de religiosas que assumem a missão de entregar a vida, a exemplo de Jesus no seu mistério pascal, celebrado na Eucaristia; ser profecia do Reino e servir na gratuidade; e, viver a partilha, sendo presença livre e libertadora, na luta pela justiça, fraternidade e comunhão. 

A missão das Irmãs Sacramentinas se expressa na educação, saúde, inserção nos meios populares, catequese, educação da fé, formação de lideranças e no serviço da acolhida. Por isso, atuam nas Escolas da Rede Sacramentina, no Hospital Padre Júlio Maria em Manhumirim, nas Comunidades Eclesiais de Base, nas Periferias, na Formação para a Vida Religiosa Consagrada e em Casas de Acolhida para Retiro, Oração, Hospedagem e Tratamento de Saúde. 

 

De 2005 a 2018, ampliaram sua atuação missionária para fora do país, em Luanda, Angola, continente africano, retomando os passos de seu fundador - Padre Júlio Maria. 

 

A vocação missionária sacramentina conduz a uma ação libertadora e transformadora, sempre buscando novas formas de estar a serviço dos irmãos, a partir da proposta da Eucaristia e de Maria. 

 

O Fundador - Padre Júlio Maria - falecido em 1944, reconhecido como santo pelas pessoas que com ele conviveram, encontra-se em processo de Beatificação.

LogoSacramentinas.png
bottom of page